Marcado: cotas de TV

Comparação de cotas de TV, Brasil x ligas da europa.

Apos a polêmica envolvida na questão das disparidades de cotas de TV, que decorrerão no proximo ano no Brasileirão, comecei a pesquisar sobre o assunto e fiz alguns levantamentos interessantes, mostrando como esse pequeno fato, está ligado diretamente a qualidade da liga e competitividade da mesma. Abaixo, colocarei algumas planilhas interessantes quanto ao assunto:

Como podemos ver acima, as ligas mais competitivas da europa e que estão em ascenção, justamente a Bundesliga, liga da Inglaterra e liga da Italia, negociam coletivamente buscando uma situação melhor para todos os clubes que disputam esta liga, e em contra-partida, temos a Espanha que arrecada individualmente e caminha com um campeonato cada vez mais decadente, em termos de competitividade e qualidade coletiva, basta ver que se tirarmos Real Madrid e Barcelona, o valor das cotas da Espanha seria de 280 milhões e esta estaria no fim da lista, portanto Real Madrid e Barcelona possuem praticamente 50% dos valores de cotas da TV, o que é um absurdo de disparidade, e o mais perigoso, é que o Brasil caminha no mesmo sentido e corre o risco de perder o titulo de “campeonato mais competitivo do mundo”.

Na planilha acima, podemos ver a diferença absurda entre as arrecadações na espanha, onde apenas dois clubes ja somam praticamente 50% de uma liga inteira, e por outro lado, vemos uma paridade muito evidente de receita na Inglaterra, que leva o titulo de ser a liga com maior qualidade no mundo, pois apresenta um método muito justo para todos de receita (que é utilizado na França, Alemanha e Italia também) que é distribuir as receitas televisivas pela classificação no campeonato anterior e não pelo clube como é feita no Brasil e na Espanha, citando um exemplo disto aqui no Brasil: se Corinthians e Flamengo, fossem os ultimos no campeonato Brasileiro e Goias e Avai fossem os primeiros, no proximo ano, Flamengo e Corinthians receberiam as menores receitas e Goias e Avai receberiam as maiores. É o método mais justo de distribuir, pelos meritos do clube no certame anterior, ao invez de deixar o controle do campeonato brasileiro nas mãos deu uma emissora isolada. Basta ver os dados da Inglaterra acima, os direitos televisivos do exterior, tem mais da metade em relação aos direitos nacionais, e é isto que faz a diferença para as receitas serem equilibradas, pois se tratam de muitas emissoras concorrendo, o campeonato não está preso a uma como aqui.

Para todas as repostas, o que falta no campeonato Brasileiro é organização, organização e organização. É um campeonato que poderia ser muito maior do que é hoje, se os clubes se unissem e fossem interessados em seus assuntos.