A história do 4-1-2-1-2 em losango.

O 4-1-2-1-2 central, também conhecido como “4-4-2 diamante”,”4-2-2-2 com três volantes” ou “4-4-2 em losango”, apesar de não estar entre os esquemas mais utilizados no mundo, é um esquema muito utilizado em paises que tem caracteristica o jogo cadencia, sendo o próprio Brasil, um exemplo de país onde esse esquema é muito usado. Abaixo, citarei os fatos que levaram a criação deste esquema e mostrarei detalhes sobre sua funcionalidade dentro de campo:

O 4-1-2-1-2 em losango vertical, é um esquema relativamente novo, pois começou a ser utilizado por alguns time do Brasil, da Italia e da Espanha, relativamente na mesma época de criação do 3-5-2 com dois alas e um líbero, entre meados dos anos 80 e começo dos anos 90. Não existe um registro preciso na história, sobre qual foi o primeiro time a utiliza-lo ou em qual país precisamente surgiu, porém, existe grandes tendencias e probabilidades do esquema ter sido criado no Brasil, por alguns motivos plausíveis, como por exemplo, se tratar de uma variação do 4-2-2-2 brasileiro, esquema mais utilizado no Brasil, ou ser favorável ao estilo de jogo cadenciado do futebol brasileiro, e após algum tempo, acabou sendo espalhado por alguns países da europa. Após o começo dos anos 90, o 4-1-2-1-2 acabou sendo esquecido por uma década, porém, na metade dos anos 2000, acabou ressurgindo com força no futebol brasileiro, onde começou a ser utilizado frequentemente por treinadores brasileiros e continua até hoje como um dos mais utilizados.

No plano tático, o 4-1-2-1-2 surgiu da variação do 4-2-2-2, com a ideia de dar maior consistencia e equilibrio entre ataque e defesa no meio campo. Em uma análise rápida, podemos dizer que o 4-1-2-1-2, pode ser utilizado com 3 volantes, dando maior poder de marcação e ao mesmo tempo dando liberdade ao armador para criar e chegar ao ataque, ou com 3 meias e 1 volante, tornando o meio campo mais ofensivo, o que acaba obrigando os laterais a serem fixados como “zagueiros de lados de campo”, exercendo a função de “fullbacks”.

Para o 4-1-2-1-2 funcionar, é preciso ou ter 3 volantes com velocidade, com poder de marcação e boa saida de jogo, ou ter 2 armadores com capacidade boa de marcação, dependendo de qual a proposta e filosofia de jogo que o esquema executara em campo. Lembrando também, quem os laterais são extremamente importantes neste esquema, visto que como os jogadores de meio campo, atuam centralizados, os laterais são os encarregados de jogar pelos flancos, o que é muito importante para manter a posse de bola e criar jogadas contra times de boa marcação.

Assim como 3-5-2, o 4-1-2-1-2, é criticado erroneamente pela sua formação teorica aqui no Brasil, pois muitos entendem, que por ter 3 volantes na teoria, isto se trate de um time muito defensivo ou “retranqueiro”. Porém, é mais uma prova, de que a cultura de futebol no Brasil precisa mudar, pois na prática, muitas vezes vemos times atuando com 3 volantes no 4-1-2-1-2, serem mais ofensivos que times com 2 meias no 4-2-2-2, e vice-versa, portanto, é uma reflexão validade e que deve ser feita, é a prova de que não podemos julgar um esquema pela teoria, afinal, o futebol é feito dentro de campo e não em uma planilha ou caderno.

Anúncios

Um Comentário

  1. Edilson Lira

    Posso falar sobre a primeira vez que eu vi esse esquema: Brasil, Copa do Mundo de 1986.
    O meio de campo tinha Elzo como volante centralizado, Alemão caindo pelo lado direito e Júnior do lado esquerdo. Na ponta do losango, servindo Muller e Careca no ataque… Dr. Sócrates

Deixe sua opinião sobre a postagem ...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s