A história do 4-3-3 tradicional.

O 4-3-3 tradicional, com dois jogadores de pontas e um centro-avante centralizado, é uma das táticas mais antigas, em toda a história do futebol, sendo tão efetiva, que se mantém até os dias de hoje, como uma das tática mais utilizadas no mundo. Abaixo, colocarei alguns detalhes quanto a sua história e sua aplicação no futebol atual:

O 4-3-3 tradicional, com 2 pontas e 1 centro-avante, não possui uma data ou momento registrado do primeiro clube a utilizar esta tática, nem mesmo se sabe o país preciso no qual esta começou. Porém, pelo que esta registrado no futebol, as primeiras aparições que desta tática, no cenário do futebol, foi no início dos anos 1960 em clubes da Inglaterra, Holanda e Escócia. É um padrão que surgiu a partir de uma variação do 4-2-4 (esquema mais utilizado na época de 1950/1940, consagrado pelo Brasil na copa de 1958), e teve muita importancia para a história do futebol, pois foi o esquema base de nada menos que o revolucionario Carrossel Holandês, sendo também o esquema base do Barcelona atual, o que comprova sua grande longevidade, sendo um padrão tatico que se mantem forte há 50 anos, e por isso, leva o titulo de esquema mais consistente da história.

No plano tático, é um esquema que oferece muitas variações e mudanças táticas dentro de campo. É um esquema que pode funcionar tanto em um estilo de jogo com posse de bola, como utilizam Arsenal e Barcelona, fazendo os pontas cortarem para dentro, afunilando o jogo, como também pode ser utilizado em um time voltado ao contra-ataque, com dois ponteiros com velocidade, buscando recuar o time adversario com esta arma. É importante dizer, que para este esquema funcionar, é muito importante que os pontas tenham ou uma boa capacidade criativa ou velocidade e capacidade de drible, pois caso contrario, estes são facilmente marcados pelos laterais e o setor ofensivo fracassa, também não se esquecendo da importancia do centro-avante central, este deve ter poder de conclusão e bom posicionamento, pois caso contrario, como este está sozinho, o time acaba ficando sem referencia e ataque é dificultado.

Aqui no Brasil e América do Sul, é um esquema muito utilizado, principalmente por times muito ofensivos. Porém, é sempre importante lembrar, que nem sempre um 4-3-3 é ofensivo, em países como a Inglaterra e Alemanha, este esquema é geralmente utilizado por times defensivos, que buscam o contra-ataque, atravéz da velocidade dos pontas, portanto, jamais podemos classificar um esquema por conta de sua “aparencia”, isto pode sempre trazer grandes surpresas, se tratando de futebol.

Anúncios

Deixe sua opinião sobre a postagem ...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s